quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Neblina

Silêncio absorto,
Enquanto surgem as névoas.
O corpo estremece e acalma,
e a visão desfaz...

Pensamento em aborto,
pairam nuvens em chamas.
O Olhar trepida e sente a alma,
E a visão desfaz...

E Sonha e aquece,
E geme, e chama...
Sorrisos encantam...!
E a visão desfaz...

Desfaz e umedece,
A luz já o ama,
enquanto vozes já falam,
e a vontade desfaz...

Lúcio Vérnon